quarta-feira, novembro 30, 2005

Eu sei...

É,
Eu sei que construo escadarias demais
Em qualquer curva dos sonhos
E censuro meus sorrisos na iminência de um quase.
Eu sei de quando a faca e o corte escuro
Com cuidado saboreio cada célula
E em vermelho rebordo a margem - fino traço.
É, eu sei, me fiz estranha.
Estranha em mim, e de frágil calma
Dentro dos meus tanques e dos meus combates.
É assim, dentro do pavor e em carne crua
Quando cravo em tuas costas meus gemidos
Quando escondo dos teus olhos a menina
Quando junto os gestos justos e me entrego:
Meu amor, tua paz, nosso juízo.

3 comentários:

Rocky Shade Metal disse...

São as tuas escadarias o que te mantem viva, portanto, elas não são demais, e sim, necessárias.

E a menina, no fundo sabemos que é mais forte do que pode parecer.

Beijos.

Rayanne disse...

Assim espero, Milla...estrelas prá ti.

Rocky Shade Metal disse...

Claro que é, né? rsrs
Beijão...
Caso tenha msn, me adicione...
dama_de_aragorn@hotmail.com