quinta-feira, dezembro 29, 2005

MARINA

Porque ela.
E faz falta, porque amigo é uma coisa tão riso.
Ela continua igual. E eu senti aquela sensação boa, de novo.
Como DVD, pipoca, guaraná e sorrisos.
Como aquela luz depois da chuva de verão.
Como a nossa casa, depois do cansaço da viagem.
E fomos riso.
E fomos promessas.
E fomos saudade.
Agora eu vou aqui mais uma vez cuidar desse rebanho
Das pequenas, das grandes, das desgarradas
Saudades que me doem como se não houvesse mais nada.
Amigo mesmo
é um pedaço da gente
passeando em outro corpo.

7 comentários:

Rocky Shade Metal disse...

Tens razão..
Beijos!!

Rocky Shade Metal disse...

Linda, feliz ano novo... sei que já desejei, mas é que hoje tá mais próximo da data, né??
Espero que se felicite, que se realize e que sejas muito feliz no novo ano e sempre!!
Muitos beijos..

paredro disse...

..essa menina méta-traquinas que eu gosto tbém ?

Rayanne disse...

Menina morena, Marina.
E meu coração uivando saudades...

Gil disse...

=)

Anônimo disse...

eu nem devia falar, mas vc ganhou um leitor :)

Moacir Caetano disse...

Meu Deus do céu...
Essas últimas três linhas são a coisa mais linda que li nos útimos tempos...