segunda-feira, janeiro 02, 2006

ANO NOVO

E fogos, clareando caminhos para encontrar o ano feliz.
Aquele, que todos tantos desejam.
Eu com minha paz de verde escuro
E chuva calando vaga-lumes.
Prá que escolher tanto o caminho?
Caminho sem chuva seca a alma
Caminho sem sol o musgo cobre
Caminhar sem dor ninguém consegue
Caminhar sorrindo o tempo cansa...

Eu quero um caminhar solto
De flores e chuvas, sol, noites, trovões
Algum sal prá temperar a face
E um sorriso leve coroando esperanças.

Eu quero um ano novo, de novo.
Onde tudo o mais é surpresa.
Como as rugas que visitam os olhos
E os sonhos que pintam novas janelas
No frescor da mesma velha paisagem...

3 comentários:

Rocky Shade Metal disse...

Oi...
espero que o destinonão seja tão cruel desta vez...
Beijos... feliz ano novo!

Rocky Shade Metal disse...

Oiê...
vc tá sumida... tá td bem contigo??
Beijos

Rayanne disse...

Inferno astral no trabalho, flor. Liga não. Logo, eu volto.