quinta-feira, janeiro 26, 2006

Ganhei de presente

  • Foi ELE quem fez.....

    A alma só se acalma quando ama
    A corrente chama
    O mar diz vai...
    Por onde o verso avisa
    Onde bate a brisa
    A saudade cai

    Desarma a dor do peito
    Desanda o imperfeito
    Grita, esperneia, conclama.
    A onda ainda habita
    O céu que nada engana:
    A alma só se acalma quando ama.
  • *(brincadeira em cima do verso -inicial e final- de "Paco", amiga e palavra de longa data)

    Um comentário:

    diovvani disse...

    Desculpe aí, estou virando sua casa pelo avesso.