terça-feira, janeiro 17, 2006

Você

Por mais que o dia percorra distâncias
E as distâncias, ausentes, me levem você

Por mais que o descompasso ceife o ritmo
Da sinfonia que meu coração entoa

Meus pensamentos, toda a noite,
Voltam pelo caminho apressados,
Pra dormirem em teu nome aninhados.

3 comentários:

rocky shade metal disse...

Caminhos diferentes, mas que todos conhecem...
olha, brigada pelo comentário fabuloso!

beijão pra vc moça
Fica com Deus

Moacir Caetano disse...

lindo...
especialmente a última estrofe!

Sergio Domingues disse...

o desejo é tenebroso, mais que nossa racionalidade. amamos e desejamos o quê sabemos impossível e, em infinitésimos de descuidos, sentimos na boca o gosto do passado e o calor que não é mais presente... também navego por esse mar...

beijo