segunda-feira, maio 08, 2006

É.

Porque a idéia não basta.
E eu preciso saborear o olhar e os reflexos das pupilas pretas, tenras, doces.
Porque eu quero morder cada intenção e sentir escorrer a verdade suntuosa.
Porque eu tenho pressa.
E tudo o que eu preciso sentir por minuto não cabe dentro destes braços.
Porque tudo o que eu conheço é sempre tão pouco perto do que me basta.
Porque o tempo corre.
E eu tento agarrar as pernas dos minutos que fogem dos meus dedos, assustados.
Porque eu tentei mas não consegui aumentar as ínfimas casas do relógio.
E segue prá sempre fora do meu alcance aquele instante,
E roça a boca da noite os lábios do mistério,
E eu aqui ficando um caso sério,
Coisa tão difícil de se explicar.

10 comentários:

A czarina das quinquilharias disse...

se a coisa é fácil de explicar, ou a coisa ou a explicação não devem estar lá muito certas.
e,na falta de tempo, agarre tudo duma vez.

rocky shade metal disse...

dificil de explicar, mas é você. Linda assim, sem tempo.
Apertado ou nao, passa arrastando correntes
Mas elas nem sempre doem assim.
O olhar compensa.

beijao guerreira!

da gaveta disse...

Uhm, parece que o tempo anda fugindo de todos nós.

E não tente explicar.
É impossível.

Octávio Roggiero Neto disse...

Essa ânsia toda... Esse tempo pouco... Esse amor atemporal... Essa voz embargada... Esse vazio repleto... Essa poesia convincente...

camboleta disse...

o tempo... senhor das respostas e coadjuvante/ator principal de nossas açõesmotivo,desculpa,o q for...tenho pressa...tic tac tic tac

pedro pan disse...

, sente pressa & ser precisa no que quer. o tempo escorre em tique-taques. inda dá para saborear algumas delícias quotidianas.
|beijos meus|

Moacir Caetano disse...

relógio não combina com desejo...

Lubi disse...

E eu aqui, em suas palavras, um caso sério tão bem explicado.
Obrigado, sempre.
Beijos!

ricardo disse...

deixa isso de passar pro tempo, que é coisa só dele.
deixa isso de pensar pro resto do mundo, que é coisa alheia.
Coisa de desejo é sentir até o fim pra, depois, desejar outra vez.

:)

Diana disse...

Parece que está todo mundo ressentido com o tempo estes dias. A vida é curta mesmo, e temos todos ainda tanto tempo pela frente. Paradoxo, sempre.