sexta-feira, maio 19, 2006

Da volta

Voltei.
E há algum tempo, mas não consegui falar.

É que a esperança é algo tolo que move os dias da gente
Felizmente cega, prá que a gente não chegue a parar.
Mas eu...
É, é que cansa caçar esses moinhos
Esses gigantes fantasmas,
Essa paz sem lugar.

Acho que eles realmente venceram,
E isso de ser formiga chutando elefantes
Já está sem graça.
Porque as formigas já não sabem lutar como antes:
Juntas.

Ah, amigos, queridos.
Vocês, tão mais próximos que o resto do mundo.

Czarina, mulher-menina, forte, linda: goles curtos,
tempo pouco, embriaguez e ressaca. Da vida. Mas seguir...

Octávio Roggiero, poeta, é duro voar tantas penas tantos pesos,
dores tantas: mas voar é preciso.

Múcio, a vontade de voar acaba no vidro das janelas
que precisam estar fechadas pelo medo...

Thata, querida, chegam: e desejo mais esperança, prá amortecer
a ponta dos dedos e dos sorrisos.

Sérgio, sinceramente o fim, e os goles não afogam a lucidez,
infelizmente.

Pedro pan, "e qualquer desatenção...faça não...pode ser a gota d'água..."
há tempos transbordei meus limites.

Rocky, menina-mulher, minha flor: a guerra está aqui dentro, o mundo está
também...

da Gaveta....nem sempre....será que tem um canto escondido prá eu ficar
aí no seu gaveteiro?

Lubi, tanta saudade: porque você é uma parte do que eu sinto,
rima tanto assim, dor com talvez, e amor com prá sempre.

Miss moon...nossas tintas, visão impressionista das pegadas misturadas.

Camboleta, florzinha, a gente vai ali, sem nunca ter estado... é como abrir uma página
e sumir, sem ser notado...

Camilinha...assuste não: " férias", assim entre aspas e de coração apertado.
Eu nunca me afastei daqui......

Meus queridos, meu carinho e todas as estrelas que se possa contar.

9 comentários:

Múcio Góes disse...

e eu querendo "tatear estrelas distríadas", qd vc nos dá tantas... tks a lot!

:*

A czarina das quinquilharias disse...

ah, que toda volta , se boa volta é bem vinda...
moça querida, deixa o mundo rolar na cama mais um pouquinho, e logo, logo vc vai ver que tem bem mais formiga do que elefante por aí.

Octávio Roggiero Neto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lubi disse...

Lindo-lindo.
E uma lágrima caindo, por que as coisas trazem dúvidas. Mas, deixa. Deixa.
Ela secará, por que o corpo é mais quente por amor.

rocky disse...

olha gente......
lembrou de mim!! que bom!!
te adoro!

pedro pan disse...

, transbordar limites. é avoar longe de ali, ou perto de aqui.
|beijos meus|

Diana disse...

Que coisinha mais querida este teu texto! :)

Cansa mesmo esta caça aos moinhos, eu é que sei. Gigantescas ilusões... Esforços vãos... Todo o sentimento do mundo para lidar...

Que bom que você voltou! Acho que aqui está todo mundo mais próximo mesmo... mais próximo dos sentimentos.

beijos!

Leandro Jardim disse...

Vim dar um xeretada por aqui e gostei!

voltarei pra mais goles! que bom que vc também voltou... hehehe...

bjs

da gaveta disse...

tem um cantinho sim. esse meu gaveteiro tem espaço sem fim.