sexta-feira, julho 07, 2006

...

O cansaço e uma poeira fina, embaçando imagens.
O cansaço das certezas retidas em algum ponto, longe do meu alcance. Perdoa, eu não sei dizer. Talvez eu devesse mesmo me ausentar de tudo. De mim. O vazio talvez fizesse mais sentido. Eu não consigo mais andar pela rua e sorrir o pôr-de-sol. Ele me atravessa como a um vitral gasto, sem colorir dentro do ambiente a ternura de imagens. Talvez eu tenha controlado tanto os rumos da vida que tudo agora me pergunta direções, quando eu simplesmente não posso. Eu alterei as estações e agora a primavera não volta. É tão silencioso e frio aqui, e os dedos azulados doem enquanto choram palavras sem graça. E me tens amor e ódio, porque te falto. Farta de mim, também me falto. Faz algum tempo que eu esqueci como era francamente a alegria. E de alguma forma, eu preciso reaprender. Eu estou procurando como, tentando encaixar azuis entre espaços neutros, mas as peças não. Apenas sei que tudo isso acontece. Creia, eu não planejei nada disso.

13 comentários:

Diana disse...

Me é tão familar este quarto silencioso, frio e tão só, onde nada é, e tudo apenas jaz. Porém, não existe - não de verdade - o vazio para aqueles que são tão repletos. Aqueles que, em cada célula e cada poro, carregam consigo tanto sentimento que não lhes sobra alternativa senão escorrê-los todos em palavra... em verbo, em frase, em verso.

O vazio é inatingível e inabitável para quem tem tantas cores.

Diana disse...

Que bom que está de volta!

Múcio Góes disse...

a ponte
a ponta
o ponto
e pinta
a saída

:*

Lubi disse...

Tão, tão triste. E eu gosto tanto de ti, que até uns pingos pingaram.

Keila Sgobi disse...

como não falar de dor e solidão?

Rayanne, acho que você é capaz de me compreender quando repito minha solidão, minha grande amiga solidão, e todas as dores que sinto do mundo.

Doemos tanto! Tanto! Sinto tanta dor ao te ler, imagino se eu te encontrasse. Será que nossas dores de viveres e amores se cuidariam e se curariam, ao menos, por um instante?

Beijos quentinhos, com muito carinho...

pedro pan disse...

, sem planos. apenas planar sem rotas ou roteiros. apenas ir...

|beijos meus|

A czarina das quinquilharias disse...

espero que você se encontre, linda...
bjos

Marla de Queiroz disse...

Vc é insuperável!Fico catando as estrelas que vc esparrama pelo meu blog...
Beijos!

Leandro Jardim disse...

Se encontrar mande-nos através de suas palavras que, tenho certeza, tem o dom de captar!

Sóis e luas.

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Your website has a useful information for beginners like me.
»

Anônimo disse...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»