terça-feira, agosto 01, 2006

Contra o Tempo.

Vivo morrendo.
Por tentar conter segundos que escorrem ágeis dos meus pulsos.
Vivo sofrendo, porque a cada batida,
coração em mim a cada passo termina.
E quem duvida?
Já nascer com pena irremediável,
doença incurável,
que ciência nenhuma no mundo tem cura:
Passar do tempo.
A escritura das rugas como testamento
O cabelo que vem fácil como vai
O gemido no vento.
Ao passar assim,
tão amargo parece o tempo.
Mas se lembrar dos olhos, antiga crença,
a paz que aproxima,
o colorido que aumenta,
Os sorrisos borrados de lágrimas.
E todos os abraços que se possa apertar,
Que o ser humano é besta fera
Mas também amor raro,
Que, como a flor, feito prá murchar.
Mas há que o pensamento,
e semeie idéias,
principal sorriso,
e despindo a malha da palavra amigo
Reconheça essência,
livre enfim de dor.

13 comentários:

cra disse...

poema. luz e sobra classe. explode. aparece para ter certeza.

Múcio Góes disse...

morro vivendo,
a cada dia,
lenta e mente.

bjo.

A czarina das quinquilharias disse...

e apesar do tempo, o eterno floresce, aqui e lá...
bjo, moça

Marla de Queiroz disse...

A sua pá-lavra...

Minha Flor, Minha Estrelinha Furtacor!
Muitos beijos.

Octávio Roggiero Neto disse...

Traço marcante e característico seu, Rayanne, o elogio à melancolia. Algumas palavras sugerem novos ares, é certo. O que eu quero, poetisa, o que eu quero mesmo e não abro mão, é a sua luz em sorriso! Mais que piegas, mais que insano, um sorriso sorriso, sereno!

rocky shade metal disse...

Bom dia...
não deixe que o tempo traga maus fluidos.
Ele te dá a serenidade que precisa.

pedro pan disse...

, mais que passar de o tempo. é o tempo que nos passa... tem dia amargo, tem dia doce e outros sabores, novas cores...

|beijos meus|

Nanna disse...

[passa-tempo de viver]

Beijos!
:)

Ju disse...

Desculpa a invasão, mas vim pelas pétalas q vc deixou cair no blog da Marlinha.

Tudo é lindo por aqui =)

Beijos

camila disse...

ray de luz, brilhando como sempre...

A czarina das quinquilharias disse...

lindos elogios :)
czarina feliz :D

Leandro Jardim disse...

como música suas palavras sempre me tocando!

Keila Sgobi disse...

moça querida,
amo a maneira como você morre vivendo!

beijos