quarta-feira, agosto 16, 2006

Do dia-a-dia

*Para Paco

Os dias tem sido tão bonitos.
Quando entro no carro o volante ganha asas,
não tenho mais vontade de chegar.
Pena o pouco tempo, a vida tanta.
Toda manhã a lua vem me visitar.
Cada dia veste uma roupa mais bonita.
E o sol, com ciúmes,
veste vermelho e vem vigiar...
Eu hoje te encontrei como há tanto tempo.
É só assim que a gente percebe como memória é coisa viva,
que lambe os nossos dedos e late no inverno.
Tinha pôr-de-sol de cinema.
Tinha vontade de pausar o tempo.
Vontade de viver mais devagar.
Tinha o olho de vidro que nada refletiu
Guardou para si os segredos e apagou,
Partiu.

12 comentários:

paula disse...

as vezes os trajetos transitam em nós tão rapidamente... Dá vontade de prender algumas coisas com os dedos dentro de um canudinho pra tomar assim, beeem devagarinho...
;)

pedro pan disse...

, rayanne que lindas imagens você e suas palavras me proporcionaram agora. cinematographico o poema...

|beijos meus|

cra disse...

"a idéia tagarelava sobre tudo, a vontade batia a cabeça contra os cenários, e o inconsciente fazia grandes gestos misteriosos como alguém que no fundo sabe mais do que pode revelar" laforgue

Múcio Góes disse...

pausar o tempo,
pousar de leve,
neste alento.

bjo.

cra disse...

laforgue, deliciosamente um óbvio embaraçoso.

Paco disse...

Para Paco?

Currupaco agradece!!

A Arara Amarela do olho de vidro preto

camila disse...

"É só assim que a gente percebe como memória é coisa viva,
que lambe os nossos dedos e late no inverno." eu achei isso tão lindo tãolindo que meu pulmão chega encheu...

Nirton Venancio disse...

"Tinha o olho de vidro que nada refletiu". Bonito verso de um poema que reflete.

paredro disse...

Intrigantes, essas coisas que haviam.

Anônimo disse...

Indescritível!
Tenho amado esse lugar...Por quê será?

Rocky Shade metal disse...

São tantas lembranças, não é?
Algumas ficam guardadas para sempre.
Outras, são rapidamente esuqecidas.

Mas a gente não pode nunca esquecer o que nos impulsiona, o que nos move, o que mantem p sangue na veia.

Elenita disse...

Vc me emocionou...
Calada. Me toca.

É lindo.... demais =*******