segunda-feira, agosto 14, 2006

Preciso

Eu preciso de repentes inexatos
E escancarar a memória em sol ao meio-dia.
Eu preciso assim, da vida inteira
Acontecendo acontecido, passo arrebatado
grande ao nascer, solidão primeira.
E quando eu penso em acalmar meus olhos
vem a vida, em mar revolto
tomba o centro, espuma o nó.
Esperança de lastro,
porta estandarte redentor.
Eu preciso de sorrisos grandes
navegando a tempestade de voar.
Clar [a] idade.
Eu preciso acreditar no amor,
temível como o mar e seus escuros.
Eu preciso aliviar a dor só de ser humana.
Eu preciso
silêncio discreto de montanhas,
pavor secreto das entranhas,
Para vestir de novo a cor.

16 comentários:

Keila Sgobi disse...

Rayanne!!!
Quanto a "Uma Rosa de Crista", é uma música mesmo, de meu pai e um amigo, que venceu um festival de música na década de 80!

Quanto a "Preciso", onde e como encontrar?

beijos!

Ju disse...

Acredite no amor!

Lindo demais =)

Beijos e ótima semana!

Nirton Venancio disse...

não tenho somente um minuto pra você: tenho mais. Seus poemas eu leio devagar, calmamente, saboreando as palavras, mergulhando nos versos - além dos minutos.

Keila Sgobi disse...

É que quanto te leio, me vejo e me sinto. Parece que temos um modo muito parecido de olhar e viver a vida. No meu processo, eu preciso. Mas, onde busco meus "precisares"? Como encontro minha "precisão"?

Perguntas pra fazer a si mesma (reduntante, mas é que é pra fazer lá pra Rayanne de lá de dentro do fundo da alma do coração).

Beijos!

Lubi disse...

Ah, eu preciso, ando precisando, da vida. Assim, sem querer. Sem querer que fosse tanto e tão, tão sem medidas.

A czarina das quinquilharias disse...

às vezes você parece uma descobridora, uma navegante, uma desbravadora incansável de tudo que tem na gente...

pedro pan disse...

, para vestir novas cores, outras coreas, aquelas cores... e seus olhos sejam só calmaria...

|beijos meus|

Lubi disse...

Passando pra trazer sol.
Bom dia, minha flor.

Marla de Queiroz disse...

Estrelinha Furtacor...
Vc precisa é ser publicada...Eu venho aqui, sim. Não sumo não...Mas o que me resta dizer, Flor???Vc cava palavra até no silêncio mais fundo e espesso.
Vc é Raridade que me deixa intrigada, fascinada,melhorada.
Bjs, Minha Estrelinha pra lá de Reluzente.

izabella disse...

essas cores que nos faltam
falam de nossas entranhas.

Múcio Góes disse...

"não preciso mentir
preciso-me em ti"


Saudades daqui!

bjo.

rubo jünger medina disse...

"Preciso. Eu Preciso" Há uma necessidade imperiosa, quase como o ar que se respira, de manifestar um desejo que parece, nas entrelinhas, difícil de realizar.
Foi muito conhecer o seu blog.
Abraços.


Meu blog de contos http://napontadolapis.zip.net

rubo jünger medina disse...

Rayanne, e muito interessante o seu perfil. Você o escreveu de uma forma tão poética...
Abraços.

cra disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
cra disse...

quem pode

Elenita disse...

Me diz seu sobrenome? Eu quero te citar....

=*************