sexta-feira, agosto 04, 2006

Queria...

Eu queria mesmo é ser pessoa de coragem. De me jogar na vida assim. Sem pudores, pára-quedas, dicionários, roteiros, traçados. Eu queria saber viver de repente, sabendo que a vida assim passa, e sobra pouco ou nada na gente. Queria não ter tantos poréns. Nem tantas ações calculadas. Viver o hoje sem planejar o daqui a pouco. Mas acontece que eu sou pessoa de planejamentos detalhados e kit de primeiros socorros. Porque se doer. Ah. E sempre dói. E às vezes eu me pergunto então por quê. Mas sem mapa, eu não sei chegar. E eu queria saber ir, mesmo sem saber prá onde. Quando, ou porque. Subir a montanha mais difícil sem saber prá que, e chegar lá só prá ver. A lua, a lua nascer. E quando der vontade, ficar triste, chorar tudo o que vier, quando for. Não engolir nós, abraços ou sorrisos. Eu queria mesmo é ser pessoa de coragem...

18 comentários:

cra disse...

coragem?

A czarina das quinquilharias disse...

eu queria também.
quando eu não me deixo ser o momento, ah, dá vontade de me amassar e me jogar no lixo :P

RicardoPalacio disse...

deve ser facil ter coragem...
querer eh que eh dificil...
:)

Leandro Jardim disse...

Teria essa moça estrelada lido minha mente?
Não, ela é brilhante demais!

bjs prela,
Jardinzito

paula disse...

Puxa, esse texto me caiu tão bem!!
Ah, eu também tenho esse mesmo desejo! E acho que isso já é um começo ;)

Keila Sgobi disse...

:(




agunia
zando

Nanna disse...

Coragem se aprende...

Beijinhos!
:)

Ju disse...

Tenho buscado lançar fora esse medo q muitas vezes me acovarda.

Bela reflexão, moça!

Uma ótima semana e fique bem.

Beijos

Rocky shade metal disse...

Quando li, me vi.

pedro pan disse...

, falta coragem de viver a sim a muitos nós...

|beijos meus|

da gaveta disse...

ah, eu também queria. mas não sei viver sem mapas e roteiros.

Marla de Queiroz disse...

Às vezes sobra coragem, mas falta sorte...

Bom dia, Estrelinha.
Essa coisa de doer, tem jeito não. Por isso que vezenquando é bom exercitar umas bestagens...rsrsrs.

LUZ pra tua semana.

izabella disse...

coragem tá na cara
mas dizem que quem vê cara...

Octávio Roggiero Neto disse...

Rayanne, lembrei-me de você quando li o brilhante "persiana" do poetíssimo sr. Saraiva, eis o poema: http://remosaraiva.blogspot.com/2006/08/persiana.html
Deleite-se!
Té mais!

m.t. disse...

da lagarta
que se encasula
a vida esconde
uma parte
dos mundos
que poderia conhecer
para mostrá-los, todos
quando,
borboleta,
souber
a coragem
para viver

Lubi disse...

Ô, espelho em flor, somos tantos "não-saber".
Amo-te.

Lubi disse...

E eu queria também ter coragem. Só um pouco, só um pouquinho.

Elenita disse...

Uma vez eu li que a poesia não era de quem escreve, mas de quem precisa dela...

Presciso desta.

Me diz seu sobrenome...

Ps. Vc é linda DEMAIS!!!!