quarta-feira, setembro 27, 2006

Era a chuva a embalar
o sonho do vento
que se esvai.

Era idílio de brisa ou furacão,
era mais...

Era o prenúncio da mesma dor antiga
Era o precipício quando acaba a imensidão
Era a tarde triste nascendo atrás da estória.

E era tão conhecida aquela sensação
Aquele telefonema mudo suspenso no ar
E o sinal de ocupado nos meses depois

Quando dobrou a esquina do sorriso sabia,
Não havia mais nada, nem suspiro nem pássaro.
Depois do último dente
Passo,
Escada.

Atravessou a porta do juízo e ganhou a rua.
Fora, a chuva lavou qualquer chance de grito
Guardou para si toda a dor; o vazio. Somente o vazio.
O vazio traçando rumos infindáveis dentro.

Porque era assim. Ao rio os pulsos, as horas.
Dissolvidos na água que fugia escura.
Porque nunca mais é ser tão triste.
Porque fechar a porta amputa tanta ternura.

Pensou em voltar e não. Tantas vezes. Até.
Mas a vida vai bordando escamas nesse “nãos”
E de repente a gente volta a flutuar...
Porque nada e tudo se aproximam tanto.


**Publicado no Secar ao Vento(http://www.secaraovento.blogger.com.br/index.html), Edição lençóis.

12 comentários:

Rocky Shade Metal disse...

um grande beijo
lindona!

paula disse...

Lindo!
Ainda ontem (antes de dormir, hehehe) pensava em coisas relacionadas ao vento forte que sacudia a minha janela e os meus agitados sonhos...

Lubi disse...

Que belo, querida.
Cada palavrinha em seu devido lugar.

Beijo e bom dia!

Lubi disse...

Mas, te pensar chorando me dói tanto.

diovvani disse...

Chuva
no vento
esvai-se,
tomara
também,
toda dor
antiga.
...
Né não menina?

Luzzsh disse...

Olá Rayanne,

E se aproximam mesmo, chegam quase a se fundir, por vezes...

belo!

Beijo.

Elenita disse...

nossa... como pode? ...
que imagem, que sentimento, que expressão....

um dia vou roubar,
volto aqui e te conto.

Alequites disse...

Lindo! Beijos

Lubi disse...

Pra deixar um beijo imenso de bom dia!

Nirton Venancio disse...

tudo me aproxima daqui...

Nanna disse...

Porque tudo se aproxima e nada consegue explicar...

Beijos...
:)

Beanes disse...

uia, depois de alguns dias sem acessar a net, não é que descobri que é o aniversário desse lugar especial? (é, estou conectando às 00:08h, portanto, dia 29 de setembro)
1 ano de delicadezas.
tanta saudade moça das palavras. espero que td esteja bem.
grande beijo e, me valendo um tanto de suas saudações: constelações para vc que merece.