segunda-feira, janeiro 22, 2007

DA SÉRIE PARCERIAS - POEMAS DE COMUNHÃO

Por Rayanne, Marla de Queiroz e Leandro Jardim.


Céu dezembra desaguando
Lava tristeza
Leve daqui

E dessa água sinto
A força e a beleza
Leve daqui

Coração derramado na areia
Rebentando no mar da cura, agora:
Tão leve aqui.

E de levezas aflora
Tão intensamente agora,
Embora eu
Breve-me aqui.

Então leve daqui toda mágoa
e revele:
O belo sorri!


Rayanne, À-mar-la, Jardinzim.
Em 28/12/2006.

12 comentários:

Juliana Marchioretto disse...

lindo, moça!

tomara que leve mesmo, tudo de ruim.

beijo

fabio disse...

oi,
obrigado pela visita..aquela la sabe algumas coisinhas

abs

Paulo Silva disse...

Simplesmente belo, este teu texto.
E que a força das tuas palavras afaste de vez o que é ruim.

Felicidades.

czá disse...

ferrado de bom! :*
só podia. lindos

Leandro Jardim disse...

e se revelou
levado e leve
o molhado poema lavrado
que lavou
e dezembrou alegre


BeiJardins
saudades das nossas farras!!!!!
mais ainda "docê"

Jardinzin

diovvani disse...

Trio poético du carValho!!!
AbraçoDasMinas.

Múcio Góes disse...

tabelinha e gol de letras!

minha Super!

bjssss

Lubi disse...

Hahaha.
Esse tá belo ao cubo.
O que brota da amizade.

Amo.
Beijo.
:*

camila disse...

esse daí já sai da nossa boca todo cantado. lindo.

paulo vigu disse...

Chuvas de janeiro lavam e levam tristeza, mas se for neve never never never more. Riodaqui leva beijo na correnteza. Paulo Vigu

ediney disse...

poetas são raros,poetas são fortes e palavras bem ditas como as tuas

Marla de Queiroz disse...

O poema...
O dezembro...
um fiozinho de tristeza dissolvido na chuva...
Nós três encharcados de água doce e amizade desenhando sol-risos.
Aos pouquinhos tudo tão leve...
e uma noite esplêndida de lua grávida de amor.
Inesquecível!

Qt ao meu: entendeu.
rsrsrsrs...

Beijos, minha Estrela.
Muita coisa acontecendo...eu sumo um pouco.
Volto sempre, obrigada!
Saudade grande.
Todos os beijos e marlabraços demorados.