sexta-feira, janeiro 12, 2007

E o tempo passa...

A história é um pouco nebulosa a mim, naquele início.

Era noite e algo me compelia a explorar o mundo.
Deixar o aconchego e a segurança da simbiose
e devorar o desconhecido.
Minha estrela lia e me convidava a vir olhar o céu.

Até que numa noite estrelada daquelas, a curiosidade superou o medo:
Era frio e hostil o mundo de fora.
Mas aquela voz era tão suave, e a pele tão macia. Ela tinha o olhar mais doce
que eu nunca tinha visto.

Os anos que se passaram foram descoberta:
Sons, perfumes, texturas, sabores.
Mundo era, sim , hostil. Mas tinha um céu enorme
que às vezes chorava, ou uns olhos ardentes que se revezavam:
Um, irradiava o dia, cegando de beleza,
O outro piscava às vezes, e serenamente fitava a noite.
E aprendi que estrelas são amigas, e que basta olhar para unir.
E descobri que tem gente que dói na gente,
e outras alargam o sorriso e quase não cabem no peito.
Descobri que a beleza às vezes também escorre dos olhos...
E tristezas às vezes simplesmente calam dentro, selando fundos.

Mas não há tristeza que cale o amor quando ecoa na alma
Uma nota sol, nada sustenida, abrindo as avenidas do sorriso
e inaugurando as portas do acontecer:
Tanto tempo depois, hoje,
estou re-aprendendo a viver

Olha o presente LINDO da moça Czarina das Quinquilharias (Zazá):

Para bens

Onde ela
(em)contra tempo
Pra subir em nuvens
Pra catar vento
Se todo dia
Quando anoitece
Ela segue estrela
No firmamento?

http://sabedoriadeimproviso.blogspot.com

16 comentários:

A czarina das quinquilharias disse...

um ano ainda melhor pra ti. só aprendizados bonitos, okei?
:*

neli disse...

Plantar árvores e conviver das suas flores e frutos, escrever segredos e gelar e aquecer corações, viajar esta vida ao lado de pessoas que sairam de mim e são inauguradoras de novos universos e preenchem, e aquecem... Não é que a vida vale mesmo a pena? Te amo. Mãe

Juliana Marchioretto disse...

lindos, os dois.

beijo

meu paredro disse...

Que idade têm os dias que mastigam
a ruindade dos homens?

Um teatro de pecado e caveiras
que exorcizas em palavras luminosas.

- Volta a brincar -, diz a poeta.
que tomou por missão o talhar na pedra
as palavras que salvam.

Parabéns, Irmã !

meu paredro disse...

Estrelas são estrelas, são estrelas, são estrelas. Faz parte de sua natureza brilhar, faz parte de sua natureza estar sempre em movimento pelo universo afora, em eternos solstícios e equinóceos.
Há um momento da vida em que os pais se tornam planetas , sem brilho próprio, e faz parte de suas naturezas tentar acompanhar o brilho de seus filhos e filhas, estrelas.
Se às vezes acontece aos últimos voarem distâncias muito longas, sempre nos resta o recurso de construirmos gigantescos telescópios em nossos corações , para acompanharmos seu brilho à distância.

À Ju, estrela de nossas vidas, em seu aniversário, na torcida de que o vôo seja suave e cheio de solstícios de verão.

Carlos Mauricio

meu paredro disse...

Irmã, que o fato de você estar um ano mais velha não a impeça de continuar sendo a pessoa maravilhosa que é! (hehehe) Tudo de bom e sucesso na vida.
Luis Alexandre

Leandro Jardim disse...

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
**********************************************************PARABÉNS***********************************************************

Parabéns estrela
que "raya" bela
no alto do céu
no alto do sul
tornando o breu
azul

beiJardins!

Luzzsh disse...

Lindíssimo presente, que teve como matéria-prima criatividade e sensibilidade da moça Czarina e inspiração bela e à altura de tais palavras: vc.

Parabéns!

Beijos...

diovvani disse...

Sempre que venho aqui, ganho POEMA-PRESENTE, bom de ler e sentir dentro. Levarei comigo para o fim de semana. Eu não poderia faltar hoje (dia 12) para outra vez, lhe dar PARABENS. Aproveite bem as comemorações. MontanhosoAbraço.

izabella disse...

Sim, tristeza não há que seja capaz de calar o amor.
bjos.

Juliana Pestana disse...

Parabéns!

Lindas as duas.
Linda descrição de nascimento. Lindo tudo. Beleza demais.

bjo enorme.

Simprão disse...

snèbaraP .oãtnom ed ama et omirp o euq abiaS .zilef otium ajes ...amirP

paulo vigu disse...

Relógio parado o meu dando atraso, mas não esquecimento. Relaxo, pois Czarina atesta que você não estaria em casa e sim em nuvens céu afora. Que presente belo hein! "Para bens" Riodaqui leva um cesto de flores e beijo. Paulo Vigu

Lubi disse...

Porque você merece.
E eu só e sempre me embasbaqueço.
Os carteiros seguem contra as minhas datas.
Beijo.
É sempre tao bom estar aqui.

ediney disse...

Gostei muito desse texto...Goste de contruções inteligentes

Rocky Shade Metal disse...

Estive aqui, viu?
Moça sumida..
Beijos.