sábado, janeiro 06, 2007

Àquele.

Eu sei que você vai chegar
Num arroio de presságios,
Quando o tempo cansar dos desencontros.
A vida vai soar cristalina,
vertendo densa sobre a pele.

Eu sei que não haverá mais
o descompasso dos minutos sobre os momentos,
e os lábios crispados de ausência
selarão toda promessa retida
Na união incandescida das fomes.

Eu encontrarei teus passos
no instante exato em que as pupilas
unirem-se em negrume derramando estrelas.
O corpo se arqueará num doce sussurro à passagem tua,
e envoltos de pele, teceremos imagem de labaredas
gravadas em eternidade sobre a efígie do amor
em cântaros de passagem,
cativando o vento.

14 comentários:

Juliana Marchioretto disse...

verdade. vai chegar mesmo.

beijo

André disse...

Quem será "àquele"?
Certo que cara de sorte.
Que, quando chegar do Norte,
Bem domará a pele.

Beijos partidos, da cidade que aniversaria contigo!

paulo vigu disse...

Os versos fazem paisagem pra alguém que vem do longe daqui. Dessas histórias de amor criadas na íris e no coração. Rayanne, poeta, cativa o vento "àquele" que vai chegar. Quem será? Riodaqui trans & borda e limpa margem/leva beijo. Paulo Vigu

Nirton Venancio disse...

rayane,
estou filmando no interior do Ceará... hoje, domingo, é folga e acessei a internet. Foi uma alegria ler o que você escreveu no meu blog.
Um beijo no seu coração, sempre.

Múcio Góes disse...

...e aí, tudo pára, para sermos nós...

Lindo.

bjo, minha Supertudo!

:****

Leandro Jardim disse...

um dia chega o chega
e o infinito se fará ciclo
ao passo de descansos agitados
passo a passo
pois que são cíclicos os sãos estados


lindo!

beiJardins
Já saudosos

cra disse...

cortejo.

Malditas Mulheres disse...

Ah, se fosse esperar por todos "àqueles"...

Mas é lindo ver-te nesses versos, moça romântica.

Bjinhos malditos pra ti.

A czarina das quinquilharias disse...

ele vem chegaaandooo...
:*

diovvani disse...

Muito bom, sentir o respirar de suas boas palavras, do lado de cá. O que tinha que chegar já chegou, acho. Muito feliz por você. AbraçoDasGerais.

E.T. hoje, o sabiá cantou bem cedinho. Será que veio, contas as boas novas?

Pedro Pan disse...

, vai chegar "cativando ventos". o vento por várias vezes acaricia...
|abraços meus|

Thata disse...

hmm...como diria alguém que eu conheço, *estrelas* pra vc ;)
lindo poema.
bj

Anônimo disse...

A parceira esqueceu de deixar nosso endereço: www.malditasmulheres.blogspot.com!

Abraços,
Draissar Castic.

Lubi disse...

e, de um jeito que só você sabe fazer.

Beijo, flor.