quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Edições.

**
A idéia que mais me acalma:
Lançar uma nova edição
Dessa mesma velha alma.
**

16 comentários:

czá disse...

esse. esse eu vi o original, escrito em letra de mão
<3
bjo grande grande

camila disse...

lindo, estrela. se reiventa daí, que meus olhos brilham de cá.

Múcio Góes disse...

está feito:
a alma é a causa,
eu o defeito.


minha Supernova!

bjssss

diovvani mendonça disse...

Fique tranquila, na próxima encadernação é um novo livro a ser escrito. Ainda bem que, com o aprendizado da velha alma. AbraçoDasGerais.

Lubi disse...

E, nisso, nos tornamos várias.

Beijo enorme, maior saudade.

paulo vigu disse...

É a vida, essa editora lançando as coisas de toda alma. Eis a poesia impressa aqui. Me acalma. Riodaqui/Paulo Vigu

Ju disse...

Linda alma!!

Beijos

Juliana Marchioretto disse...

faça isso!

coisa boa...

beijo

Paulo Silva disse...

Só posso dizer...força,vá em frente
Uma boa semana.

Rocky Shade Metal disse...

o que mais me alegra:
Voltar aqui e ver que sempre há um pedaço de vida da minha guerreira!

Garota, vc é lindona dimais.
Beijos.

moacircaetano disse...

A alma sempre é nova...
não sabia?
De noite, ela morre,
de manhã nasce outra,
novinha, novinha!

O corpo, esse não!
É apenas uma caixa
com cérebro e coração!

Mas a alma, minha estrelinha,
é sempre uma criança
brincando de casinha!

malditas disse...

É muito bom se reinventar.....
beijos.

malditas disse...

É muito bom se reinventar.....
beijos.

Lubi disse...

Ah, flor maior, minha estrela de chão, eu já aceitei. O que nos resta fazer, então, diante do que é imposto só?
E, por mais que as palavras pesem, eu estou bem. Melhor do que no início do ano. Me redescobrindo. Procurei refúgio dentro de mim mesma no inverno tenebroso, mas agora faz verão, e eu quero passear descalça pelas ruas daqui. Porque a vida é bonita. Só o que é morto não muda, martela na minha cabeça. E eu sei que há sol num lugar perto, que encontrei rapidamente se meus passos assim forem. Eu sei que eu sou e minha missão, não me atormento mais.
E quero te ver, estou olhando os dias. Quero te contar minhas histórias e ver em seu rosto que compreende as emoções que me tomam. E quero saber das suas histórias, juntar sabedoria e crescer tanto.
Te amo muito.
Não some. Estou sempre aqui em espera.

Beijo.

RicardoPalacio disse...

e falando assim
assim rapida
assim certa
com duas estrelas de cada lado da certeza

falando assim parece coisa facil

:)

Leandro Jardim disse...

iluminada!
(como as estrelas que tens)