quinta-feira, março 01, 2007

Conjugal

Eu, passo.
Tu, o passado.
Ele, a passeio.

Nós descompasso,
Vós, impassíveis
Eles, passageiros.

15 comentários:

diovvani mendonça disse...

E assim seguimos nós, passageiros na nossa, judiada nave Gaia. AbraçoDasMontanhas.

Césped Vesper disse...

Nossa, Rayanne.
Que lindo o seu escrever!

Múcio Góes disse...

eu, bobo... diante do belo, que é, que és, que fazes.

belo, bjo.

Super!

Lubi disse...

E cá, aula de português, poesia e ser.

Amo.

Beijo.

Juliana Marchioretto disse...

Inspirado!!

Valeu pelas palavras, lindas, como sempre!

bjo

bambam disse...

você, diga-se de passagem, nos passa uma alusão ao poema: eles passam,eu,passarinho!GRANDE ABRAÇO!

Sandra Regina de Souza disse...

Menina!! Que perfeição no modo de conjugar!! AMEI o verbo daqui!!! beijossss

Paulo Silva disse...

Uma forma verbal,muito interessante.
Excelente.
Saudações e resto de bom domingo.

Paulo Silva.

Leandro Jardim disse...

você, excelente!

Alequites disse...

Diferente jogo de palavras.
Boa semana!
Beijos

Luzzsh disse...

Como quintana, passarinhos passarando por aí....

Lindo, Rayanne!....

Sempre bom caminhar por aqui...

Beijos...

cra disse...

quase sem face. bem triste quando acontece. é uma reforma que eu não sei, uma violência pública qualquer a um público de. além disso o fervor é uma coisa que se torna difícil de entender. como se alguém dissesse que a alma precisa de moralistas para iniciar alguma atividade. isso poderia ter faltado em alguma hora. sê feliz, juliana, não é isso? juliana? em grandes proporções.

camila disse...

longo aplauso para o poema curto. cada letra é um confeito: no todo, doce.

Alexandre França disse...

Gostei do poema "edições". Me lembrou o grande Leminski. Linkei o contratempo no meu blog. Apareça por lá sempre que puder. beijos

Paulo Ugolini disse...

adoro este, decorei. beijos