segunda-feira, julho 23, 2007

Dedicatória.

Eu vinha guardando esse amor.
É uma jóia delicada, um amuleto poderoso,
é a maior coisa da vida, sem ele, tudo vale nada.

É teu.

Bebe a essência guardada nas estrelas do céu da boca.
Colhe esse arrepio que planta caminhos na geografia.
Absorve no meu abraço toda a entrega incandescente,
Guarda o reflexo da minha alma nos teus olhos.
Assim, segue comigo.

És agora a outra metade destes passos,
e a fusão da sombra, do amor e do destino.

És minha vida.

**Para você.

5 comentários:

camila disse...

ah, é amor que transborda! que lindo! que assim seja por um infinito sempre!

RicardoPalacio disse...

O amor? o amor é só uma dedicatória dessas, assim...
E as dedicatórias costumam ser maiores e mais nobres que livros -vidas- inteiros!

A czarina das quinquilharias disse...

presente mais lindo que se pode dar.
:*

Lubi disse...

Lindo, lindo.

Todo amor pra você.

moacircaetano disse...

Ai, que lindo e doce...
Só mesmo uma estrela...