quarta-feira, julho 18, 2007

Palavras curtas prá amor tão longo.

**Eu quero também
Matar a sede
Apanhar na rede
Essa alma além!**



**À nossa imagem e semelhança
Segue a vida, vai,
Que a medida que te alcança
É a altura do teu próprio ai!**


**Meu perto
Mais dentro:
Trago você
No pensamento**


**E torna em sopro
Coração desconfiado
Alegria de vento
E amor descompassado**

***Inspirada no amor, cantiga de vento, e em tantos queridos!!! Vocês.

5 comentários:

Antonoly Maia disse...

Belo texto e belo blog, voltarei mais vezes aqui!
Beijos!

Múcio Góes disse...

que belos são, os filhos dessa tua inspiração. bela mais que mais.

bjss!

:)

Nadege disse...

Oi! estou estreando um espetáculo com poesias e textos de Cazuza, meus e de outros autores. O nome do espetáculo é CONTRA-TEMPO. Gostaria de saber se vc autorizaria o uso do seu poema CONTRATEMPO no espetáculo, pq fiquei apaixonada por ele... vc pode dar uma olhada nas fotos das cenas que já estão prontas no site:
http://www.orkut.com/Album.aspx?uid=2676288286434455140
Abs,
Nadege

Nadege disse...

Quase esqueci:
meu e-mail pra contato:
contrattempo@gmail.com
Abs,
Nadege

Jefferson disse...

Rayanne! Belíssimos poeminhas! Lindos! PERFEITOS!

Bjão!