segunda-feira, agosto 27, 2007

Da manhã silenciosa.

Eu me tansfiguro em silêncios tensos:
Roucos, nulos, tantos
Transpasso, transverso, transcendo.

Guardo intensidades sob a pele fina do sonho,
A um instante do sol que arde os olhos.

E me transfiguro em silêncios:
Verbos novos
Devoram a luz da manhã.

quarta-feira, agosto 22, 2007

BLOG 5 ESTRELAS.

Pois é, minha gente.
Essa queridíssima aqui me indicou, Ó:


FEITA EM VERSOS

Os meus cinco indicados, seguindo o regulamento, são:

DOIDA DE MARLUQUICES

MEU PAREDRO

CZARINA DAS QUINQUILHARIAS

MÚCIO GÓES

DIOVVANI

O regulamento completo pode ser visualizado em:

NADA PRÁ MIM

Valeu!

quinta-feira, agosto 16, 2007

Perdoem...

A intensidade com que respiro
tem superado a poesia que inspiro...

É a força do amor,
Despindo a cor das minhas letras
Prá vestir os sorrisos!

segunda-feira, agosto 06, 2007

De saudade.

Estrelas alinhavam linhas
Salpicando a cor
Nas entrelinhas:

Eu aqui amor, tecendo,
Bordando na dor
As estrelinhas.