domingo, setembro 02, 2007

Da música corporal.

Acorda-me em SOL, amor,

REnde meu corpo sustenido,

Derrama em MInha boca

Teu amor bemol...



se prende

Onde é desFAzer tua morada.

Provoca meu mais lírico sentido:

Em SI, reúna a explosão dos nossos versos,

Regendo a sísmica impressão da sinfonia.

9 comentários:

paulo vigu disse...

É a harmonia musical emCORPOrando versos. Bela Canção. Riodaqui ao mar - Paulo Vigu

Leandro Jardim disse...

Deu vontade de dançar!

hehe... "sodade" também!
:)
Jardineirin

Marla de Queiroz disse...

E vc, toda proesia...heheheheh...
" Amo tanto e de tanto há-mar..."

Porque as ondas te trazem.
E são diárias.

Luzzsh disse...

Reger as partes,
tirar do todo
a melhor sinfonia.

Ah, é bom voltar.

Beijos, moça bonita de letras bonitas.

renata. disse...

-
palavras que dançam.
uma mistura linda!

Alê Namastê disse...

Lá, lá, lá...laia!
Beijos*

Ácido Poético disse...

Adorei! Me fez lembrar de "A Noviça Rebelde"!

Beijo beijo
Brunø

Lubi disse...

Saudade.
Vem quando?

Beijo.

Ramon de Alencar disse...

...
-Solfeijei as notas. Dá sim uma melodia! O andamento e os Tempos, os dias assinalam. Pois o compasso já tens:Binário simples. Quanto a expressão, romanze affetuoso.

:)