segunda-feira, setembro 24, 2007

FELIZ ANIVERSÁRIO.

Atravessa o vendaval das horas.
Prá ti,a data crava os dentes no tempo,
Marcando novamente os pulsos
Com a viagem que nasce programada.

O tempo nada tem de sutil:
Traça caminhos na cara
Escreve com borrões
E nos troca os passos.

Mas sabe também desenhar azuis
E descrever belos contornos
Que se assememelham ao riso,
Matéria bruta de sonho.

É com os dentes de dilacerar
Que lapida as almas mais bonitas.
Acredita então na alegria, não no penar.

Só desistir não pode escorrer das páginas,
que enquanto é escrita a história
Sempre pode haver
Mais uma página,
Mais um personagem
Mais um caminho,
Mais uma paisagem.

Enquanto não for escrito fim
Sempre cabe mais um sorriso na memória.

Te amo, irmão.
Feliz Aniversário. Seja feliz não só uma data, Mas uma história.

**Estrelas**

Prá ele, PAREDRO

9 comentários:

Lubi disse...

Teu irmão merece tanto.

Um beijo, flor.

paulo vigu disse...

Bela dedicatória atemporal sobre o tempo. Riodaqui. beijo. Paulo Vigu

moacircaetano disse...

E que parabéns mais belo pode alguém receber?

Anônimo disse...

parabéns pro poeta!

Moca
http://ficcaobarata.wordpress.com/

(e eu agora com essa mania de fazer e desfazer blogs?)

:P

Leandro Jardim disse...

bela homenagem!

Múcio L Góes disse...

engrosso daqui o côro de parabéns! essa irmã é um Senhor Presente, hein? rs

felicidades!

bjo, Super.

Morganna disse...

lindos escritos você tem. :)

Alexandre Beanes disse...

o cronópio bem merece.

cra disse...

realmente o tempo não tem nada de sutil.