terça-feira, dezembro 09, 2008

Insistente.

Bate.
Bate.
Bate.
Bate.
Bate.
Bate.
Bate.
Bate.
Bate.
Bate.
Entre hematomas,
meu coração celebra a vida.

4 comentários:

J.F. de Souza disse...

Violento... Doeu, esse, mulher!

Mas curti assim mesmo!

=*

camila disse...

o meu de cá tb querendo essa dor boa...

Moca disse...

fenomenal...

Phillipe Lima disse...

A dor é a vida em intensidade insuportável. Insuportável?

(Pô, to tentanto editar o código do blog e não consigo colocar o fundo que eu quero! Por isso ta daquele jeito. Mas valeu o comentário!)