sexta-feira, julho 10, 2009

Do amor e da guerra.

No amor e na guerra
Vale esta sorte
Ai de quem erra
Quem espera, é a morte.

5 comentários:

José Rosa (ZeRo S/A) disse...

Pura verdade...

Thales disse...

.

Só não espera, como vence


ao seu tempo

Múcio L Góes disse...

sábio poema.

"ah, troço de louco,
corações trocando rosas,
e socos."

*hiato

(L)

Simone Gois :) CotidiAmo disse...

Belíssimo!!

Abraço.

camila disse...

lindo! é uma estrela. mas encontro consolo (sempre eu e os meus parenteses): no amor, pelo menos, já existe vida após a morte comprovada...