terça-feira, dezembro 08, 2009

Para Fernando Anitelli.

Eu sei que essa palavra
É só mais uma
Dessas tantas
vezes tontas
vozes prontas.
É tão difícil chegar aí
E te dizer, guri!
Agora entendo
O que desponta
Debaixo dessa rede.
Nossa sede,
De contar vezes sem conta
Sem começo e nem refrão
O que confronta
Em nossas línguas
Sangra na conta
Dos nossos contos
E une a verdade
Dos vários pontos.
Eu sei que essa palavra
É só mais uma
Dessas tantas
Vezes tontas
Vozes prontas.
Mesmo assim
Eu te pergunto
Assim me lanço
Ao verso ou vício
Ver se alcanço
Ou precipício
Tanta palavra
Que intenta ação.
Dessa pronta
Vozes tantas
Tontas vezes...

6 comentários:

Marcelo Mayer disse...

deverá receber muitas respostas

Múcio L Góes disse...

coisa de alma, está na cara!

lindo, ma love!

=*

Lubi disse...

esta lindo.

um beijo.

Thales Capitani disse...

.

É bom que ele sinta o mesmo
muitos se apaixonariam
risos

Sam disse...

Boas palavras! Achei muito belo! Tens talento o escritor destas!

Sam disse...

ó* escritor ;)