sexta-feira, fevereiro 26, 2010

Até o fim.

Para durar
até não restar
pedra sobre perda:
apenas pó&sia.

8 comentários:

Marcelo Mayer disse...

depois do fim tem muita coisa

Fouad Talal disse...

Elas podem até não ficar uma sobre a outra, mas permanecerão no caminho... Drummond já sabia! Um abraço!

camila disse...

nós e nossos eternos... saudade!

Ela disse...

Isso quando sobra a poesia...

J.F. de Souza disse...

Já li isso antes... =P

rhcastelobranco disse...

Adorei do seu blog!
Se quiser dar uma olhada no meu e colocar-se como seguidora, fique à vontade: http://literaturasdomundo.blogspot.com/
Bjos

Geraldo Brito (Dado) disse...

E que reste apenas a poesia!

Bergilde Croce disse...

Visitando seu blog e gostando também dos pensamentos aqui publicados.Da Itália,Bergilde Croce