quarta-feira, março 24, 2010

Do relógio.

O ponteiro, de lança em riste
Caminha sem freio:
Nem percebe que é triste!

8 comentários:

Marcelo Mayer disse...

wow

Raquel disse...

Segue meu blog? Já estou te seguindo =)
kekelsc1.blogspot.com

Sylvia Araujo disse...

Ele só escorre...

Lindo.

Meubeijopravocê

J.F. de Souza disse...

às vezes,
tristes
somos nós
a olhar
o maldito relógio
a trabalhar
pedindo clemência:
trabalhe
mais devagar
mas ele só segue
o tempo
até que as forças
se esgotem
até que as engrenagens
se desgastem
até o fim

J.F. de Souza disse...

(eitaporra... fazia tempo que eu não escrevia coisa assim desse tamanho...)

:*

Fouad Talal disse...

o ponteiro é tempocêntrico...

Bjo!

rhcastelobranco disse...

Olá! Gostaria de convidar vc para conhecer o meu blog! Nele falo sobre uma de minhas paixões: livros!
Vc encontrará críticas literárias, indicações de leitura, novidades na área, notícias interessantes sobre livros e lançamentos, além de textos escritos por mim.
Se gostar e quiser seguir-me ficarei muito feliz!
www.literaturasdomundo.blogspot.com
Deixe um recadinho!
Ah, seu blog é muito bom! Gostei dos posts. Voltarei mais vezes.
Bjos

Rick Basso disse...

Nossa, muito bom isso?