segunda-feira, abril 25, 2011

De felicidades.

É que a boca, cheia de estrelas,
Quase não dorme à noite,
Ensaiando harmonias.

E quando de manhã,
O travesseiro,
'inda quente dos versos,

Agarra para si
O cheiro doce

das rotinas.

*ser feliz é um gesto...